domingo, 18 de junho de 2017

Alheia


Vinda de uma lonjura
A turva sensação aproxima-se
Na página fixa de verde suja
o turvo desenho
trivial esconjura de medos
hábitos e facas
que alheios nos tornam
e ainda alheios
nos configuram as traças
numa luta já perdida.

Não poderia dizer
se nada ou enfim a tarde
a figura do tempo desviasse
Mas é no meio que estou
num véu onde o corso da usura desbastou
o que houvera de meu em fragmento
sem memória ficasse
no inferno de doidos
os segredos desfizesse
e sem fim continuasse.