quarta-feira, 15 de abril de 2009

das sete que há em Lisboa, esta é a minha colina, a da Graça, dou de barato o nome que encanta, prezo a mistura, vamos aos fados, ao St.António, à feira, ouvir clássicos, perder o princípio e o fim das ruas ao Sol. Naquele Liceu, ali mesmo em frente, fiz os exames do Propedêutico, por aqui na Feira passei incontáveis sábados desde o nascer ao pôr do Sol e, apesar de certas zonas de Lisboa estarem de cara lavada mas incaracterística, e outras ruirem sem apelo nem piedade aos olhos de todos, a Graça vai passando altiva como a marcha, fiel, assobiando para o ar.

4 comentários:

as velas ardem ate ao fim disse...

eu adoro a feira da ladra...e amusica do Sergio Godinho!


Boa semana e bjos!

via disse...

as velas ardem até ao fim: já somos duas...bjos

Ana Paula disse...

Pois eu também adoro a zona da Graça :))

Imagina que andei ali numa escola primária, mesmo ao pé das bancas da feira (tanto nela caminhei, vi e conversei, ao longo de vários anos..., aos sábados e às terças!). E no jardim, o que eu brinquei! Fiquei cheia de saudades... :)

via disse...

Ana Paula: A Graça guarda-nos com todo o cuidado as memórias, está quase tudo como há 30 anos atrás! bjo, bom domingo!