sábado, 21 de novembro de 2009

gripe F

acho que tenho uma gripe mas nem sei de que letra é, certamente das que começam com f...não haja dúvidas. tenho a sensação de ter furos por todo o lado e verto, ehehe é um horror, ajeitei lá no supermercado o saco ecológico para caírem os pingos do nariz longe da bancada das compras. que no saco só toco eu e bem ,não tinha lenços, não merecem estas amostras de papel que me lixam o nariz o nome de lenços, coisa esquisita, nada a ver com os lençinhos macios bordados ao canto que a minha mãe me dava quando estava constipada, mas seja como for na cegueira vale tudo para estancar a torneira. e não tenho nenuma certeza se no meio destes espirros monumentais não contagiei os tipos todos da fila, mas que querem? tenho de fazer compras, não? esta mania de ficarmos de quarentena é complicada para quem vive sozinho e tem de comer, assoar-se, beber, etc. ainda não adoptei a moda das compras ao domícilio, faz-me sempre lembrar quando vivia em Alfama num quarto andar sem elevador e telefonava para o homem do gás.

5 comentários:

Ana Paula Sena disse...

Pois é. Eu também já estive assim. Muito parecido o meu estado, com aquele que descreves. A letra da gripe, também não a sei (?).

Estou já bem, mas demorou um bocado a passar.

Desejo-te as melhoras, no possível resguardo :)

Beijinhos

CCF disse...

Via, antes de mais..melhoras! Depois, podes sempre tentar as compras on line, a maior parte dos supermercados leva a casa...não sou utilizadora de tal serviço porque gosto de vasculhar tudo, mas conheço quem seja e goste.
~CC~

via disse...

Ana Paula Sena: muita gente afectada com a gripe este ano. já estou melhor.obrigada.bjos

CCF: obrigada, também não sou adepta do serviço on line,já passou e, felizmente já posso vasculhar como tu dizes.(também gosto de vasculhar)

~pi disse...

a gripe.

lembras-te-me mário de sá carneiro,

em paris,

sozinho

assoando medos

naquelas cenas imaginárias

muito intensas

que não se sabe donde vêm nem

pra onde

vã o,




beijo, entretanto,




~

JPD disse...

Este ano já me constipei -- Nada de grave -- e sinto-me calmo e apaziguado.
Acompanho as notícias sobre o H1N1 sem alarme, apesar do alarde.

O que realmente me importa é deixar escrito que gostei deste blog e voltarei.

Saudações