domingo, 5 de dezembro de 2010

desviar a atenção

Gripe.chuva. cigarros. No século XVIII os médicos aconselhavam o tabaco a quem sofria de doenças respiratórias, logo, não é de admirar que fumemos e tussamos, simultaneamente, um agrava o outro, diz-se na especialidade médica actual, mas o conforto psicológico é inquestionável. Como se ao agravar o estado de quebrantos respiratórios sentíssemos uma espécie de poder. tipo: se não podes vencê-los junta-te a eles! As crenças que desenvolvemos para ultrapassar maleitas têm insondáveis abismos racionais. Quem disse que a razão era só uma? Hein?? Ainda : ao fumar tenho a sensação de que não dando confiança à gripe, olhando para o lado, ela não se sente mimada e pisga-se. Boa. A ver vamos, se estes mecanismos de terapia poética, resultam.

5 comentários:

R. disse...

É certo que o bem-estar mental promove o bem-estar físico. Por isso, uma atitude bem humorada certamente ajudará. Votos de melhoras relâmpago!

Abraço.

gataparva disse...

Quando o cigarrinho não me sabe bem, sei que estou doente! Por isso força! Quando voltarem a saber bem, já sabes!

Rosa dos Ventos disse...

Não me fio muito nessa mas o que interessa é aquilo em que acreditamos! :-))

Abraço e as melhoras

JPD disse...

A ciência já provou que o tabaco é funesto para a saúde.
O Estado, sobrecarregando a compra de tabaco de impostos, vai aumentando o seu preço até ao limite da projecção dos consumidores para a compra em mercado paralelo.

O tabaco é ((FOI?) socialmente tolerado; porém, como compreender a sanha anti-tabagista desde que foi imposta a restrição de consumo de tabaco em Recintos fechados?

De todos os vícios, a adição tabagista talvez seja a mais respeitada e se clhar a menos temida, em contrapartida com a do álcool, droga ou jogo.

Fumei durante 20 e tal anos. Quando deixei de fumar, sofri a valer. Rsrsrsrs.

Bjs, via

via disse...

R: brigada, já estou melhor, muito melhor.abraço R

gataparva:tens razão.há uma fase, quando a coisa passa ao peito que não consegues meter o cigarro à boca, o mundo de pernas para o ar.

Rosa dos ventos: obrigada, já estou melhor, as nossas pequenas efabulações. abraço

JPD: o tabaco levanta essas raposas oportunistas do estado, altos impostos e proibições, mas o fruto proíbido...não há como evitar. bom para ti, a desintoxicação.
bjo JPD