terça-feira, 12 de abril de 2011

into my arms



Não acredito na presença de um Deus interventivo mas se acreditasse ajoelharia e pediria para não intervir no que toca a ti, para não tocar nem num dos teus cabelos...

6 comentários:

ss disse...

Como eu gosto das músicas dele...
:)

Rui disse...

eu também não acredito mas, a pedir, pedia que não tocasse nesta música, que a estragava.

JPD disse...

Belíssima interpretação.
Quanto à ideia de Deus...

Prefiro sempre encarar essa intervenção pelo lado da razão, menos pelo lado da Fé.

Bjs

R. disse...

'So keep your candles burning and make her journey bright and pure,
that (s)he will keep returning
Always and evermore'.

(Que bela recordação, via. E que texto tão maravilhoso, este)

via disse...

ss: somos duas...

Rui:estou em crer que te ouviu.

JPD: racionalizemos então.

R: ainda bem que gostas, também é para ti.

R. disse...

Muitíssimo obrigada, via. Como diria alguém que eu conheço, 'fico desvanecida'.

Um abraço.