sábado, 18 de junho de 2011

tripoli

o meu interesse por mim diminuiu bastante nas últimas 24h. tenho os lábios encarquilhados, a língua presa e doem-me os cotovelos, os tornozelos, a cabeça e os ombros.evito superfícies lisas onde não há como fugir da coisa que me olha, ensimesmada e surpreendida de molde a esquecer-me e oiço perfeitamente os volitivos amuos das entranhas e a falta de ar das células ,o registo adormecido dos orgãos, a temperatura do corpo a subir e um frio estranho ao solstício de verão que alheado da minha doença teima em entrar pelas janelas.

7 comentários:

JPD disse...

Mas do que se trata, realmente?
(Alguma rara e virulenta alergia?)
Bjs

Prof_helena disse...

Sangue, carne e vísceras!!!

Algumas superfícies lisas usam-se para provar que ainda existimos.

via disse...

JPD: Olá! gripe, only. bjos

Prof helena: pois, verdade, existimos, mas de que maneira God!

Rui disse...

as doenças só são boas (?) para se ler sobre elas

via disse...

rui: é uma forma positiva de ver as coisas.

R. disse...

Espero que as maleitas se tenham eclipsado. Assim seria, certamente, se o acto de escrever produzisse em ti o mesmo efeito que produz em mim o acto de ler-te: renovada satisfação, desempenamento cerebral e o inevitável sorriso que a tua sempre 'fina ironia' em mim suscita.
Um abraço e um pedido de desculpas por ainda não ter feito, explicitamente, o devido e sentido agradecimento pela preciosidade que me deixaste no b-e-p. Acredita, contudo, que a ingratidão do gesto é inversamente proporcional ao reconhecimento.
E, já agora, outro abraço (culpado) daqui aí!

via disse...

R: aquele poema do Pina é fantástico, ainda bem que gostaste e obrigada como sempre, és uma querida.bjo