segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

na sala de espera da urgência do hospital há agora um quadro electrónico limpo, moderno ,informado no tempo de espera das várias especialidades. em psiquiatria é o tempo aproximado de 1.20h. Uma mulher à minha frente de cabelo colado com gel e fato de treino fala à enfermeira que se sente cansada e pesada, que não sabe bem mas está desmotivada e sem forças. A enfermeira dá-lhe uma bracelete amarela, de coisa urgente. os carros chapinham lá fora na modorra da chuva, chegam, partem, deixam gente, mais adiante um bosque denso,a mulher senta-se e espera. não é um tempo desperdiçado sinto no olhar dela, é um tempo de esperança, de alguém para lhe aliviar o cansaço. este Inverno custa e dentro do Inverno, bem lá dentro, mal se ouve, crescem vozes.

8 comentários:

R. disse...

Esforcemo-nos então por ouvir a voz de Camus quando disse: "No auge do Inverno, descobri em mim um invencível verão". Talvez assim o Inverno se torne um pouco mais ameno :)

~pi disse...

sala de espera.ponto.
passaporte.ponto.
gritam.as.vozes.ponto. a.humidade.encolhe.
o.do.lado.rosna.
o.do.outro.fala.a.dormir.
e.dorme.a.rir.
a.entropia.desnorteia.acolhe.
gestos.de.armários.vazios.
desenhados.a.nu.no.ar.recolhe,
acolhe.as.lágrimas.invisíveis.
embalem.não.me.embalem
dêem-me.diós.piro.
dêem-me.ó.pio.
dêem-me.o.corpo.
nu.copo.





.

via disse...

R: Bem lembrado, logo agora que se comemoram 50 anos do seu desaparecimento, talvez seja o ano para reler Camus. Esta frase é magnífica e oportuna!

~pi: bom ritmo, esta maldita humidade, poderia ser o título! abraço!

CCF disse...

Há muito que um Inverno não me custava tanto :)
Penso quase todos os dias no Verão, é a minha forma de não desesperar!
~CC~

mixtu disse...

uma mulher
num tempo de inverno
ouvem-se vozes...

porque será que todos andam a falar sozinhos, eu inclusive?
yaya

abrazo serrano

JPD disse...

Uma narrativa cheia de ironia e, sobretudo, nos antípodas do tempo imposto pelo Critério de Manchester: breve.

Saudações

Rui disse...

Nos hospitais, a cor da esperança é o amarelo. Pelo menos de inicio, quando se chega. À saída é outra coisa qualquer.

via disse...

CCF: esta noite já ouve um leve, muito leve aroma, cheira a Primavera (ou serei eu a inventar?)

mixtu:falam sozinhas por não ter com quem, maybe. abraço cosmopolita

JPD; nada sei sobre esse critério, tem alguma coisa a ver com o manchester united? nã deve ter mas a minha ignorância dava para encher uma piscina de perguntas.

Rui: é mesmo, o amarelo, mas ainda há o laranja -muito urgente - na sala não havia nenhum laranja. mas o verde (que é a cor da esperança) é de pouco urgente...interpretações.