sábado, 1 de maio de 2010

hoje a inspiração foge. não sem antes tamborilar com os dedos na mesa, não sem antes um rubor, um sacudir de cabeça nos alerte da sua surpresa. A consciência sente o incómodo à dor de fugir sem alguém para apanhar, minha inspiração, digo ainda,baixinho,mas, sem pressas, ela roça-se na parede e desaparece. deito-me ao canto da casa do lugar onde veja as ondas e o caniçal, desfio um rosário branco,um canto lento, uma ladaínha: a trepadeira ou o tica-tac do relógio, os foguetes do 1º de Maio, ao longe, a bigorna e o metal, a voz de um compromisso com quê? acho que não me lembro. Se na torrente forte tiveres uma força a submergir-te outra a amparar-te. Hesitas ou sobrevives. Há coisas que correm à nossa frente outras que flutuam em redor.

9 comentários:

Mai disse...

Em alguma medida sinto-me assim - a cabeça tonta, as pernas trôpegas e a inspiração fugidia.

uminuto disse...

a eterna contradição do ser, do nosso ser! cansativo? sim, mas também estimulante
um beijo e bom fds

Cassandra disse...

Um dia destes ofereço-te um GPS. Nunca o vais usar, provavelmente mudas-lhe a voz para a da Eunice Munhoz e encosta-lo a um canto mas, seja como for, lanço-te algum alento.Beijinhos.

Cassandra disse...

Um dia destes ofereço-te um GPS. Nunca o vais usar, provavelmente mudas-lhe a voz para a da Eunice Munhoz e encosta-lo a um canto mas, seja como for, lanço-te algum alento.Beijinhos.

Magnolia disse...

Palavras assim não se podem queixar de falta de inspiração...
Bj

g disse...

Belo texto para quem não está inspirada!

Bj

via disse...

Mai: a cabeça, a bem dizer, sempre foi tonta (a minha!) bem-vinda!

umminuto:é verdade, não há bela, sem senão, bem-vindo/a!

cassandra: fazes-me esse favor, olha que ias para o céu logo a seguir!bjo miúda

Magnólia:obrigada pela gentileza!

g: muito gentil, obrigada!

R. disse...

Às vezes, o simples acto de perseguir a inspiração resulta inspirador. Parece-me ter sido este o caso :)

via disse...

R:parece-me que ando a mastigar areia, mas obrigada pela tua (habitual e constante) simpatia é sempre muito bom ouvir palavras agradáveis.